sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Crise



O rosto queima, os olhos lagrimejam e é quase impossível respirar. 
As mãos tremem, os dedos se apertam e as próprias unhas começam machucar.
Os pés, os braços se encolhem e a cabeça entre as pernas parece girar.
É tanto incomodo, mas não consigo evitar, parece me dominar, sufocar... Matar.

Helen Ariane.


2 comentários:

Cinthia Paiva disse...

E a gente não tem mais nada pra fazer a não ser dizer que tá tudo bem. Porque vai passar e passa. Só que antes de passar maltrata :/

Tati disse...

Essas coisas doloridas são as mais leves de escrever não são?

Porque a gente vai se esvaziando. Como que se o que machucasse a gente, fosse saindo no momento exato em que as palavrinhas fossem pro papel.

Claro que não resolve, mas me melhora.

Espero que a ti também.