quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Ela


E alguém passou ao seu lado, buzinou e acenou. Ela olhou, deu um sorriso e cobiçou o carro, o cabelo a simpatia... Ela sempre cobiçava, do rico ao pobre, do feio ao bonito. Ela odiava que existisse alguém um pouco ou com alguma coisa melhor que ela era ou tinha, ela era o centro, ela era notícia, ela era ‘a melhor’.
A cidade inteira a conhecia, mas nem todos gostavam dela. Alguns se faziam de amigos, alguns queriam sexo e ficavam atraídos com suas roupas vulgares, mas uma grande maioria conversava por educação, e não suportavam o seu jeito de ser.
Ela era bonita, mas relaxada. Todos os dias ela contava história, o máximo de conteúdo era a novela ou o filme alugado, e claro reclamava de sua vida. Confesso que o seu coração era bom, mas seus olhos tinham malícia, e sua grosseria afastava todos que a amavam. Ela perdeu poucos amigos, porque nunca teve a capacidade de ter muito, teve pouco e do pouco que tinha perdeu.
Ela tentava se concertar, mas todas as vezes que levantava, caia. Ela lutava com seu próprio ser. Ela tentava fugir do pesadelo, mas quando se sentia só fechava seus olhos e dormia apenas para eles voltarem e não sentir mais o vazio.
Entre tantas características, encontro-me descrevendo alguém que não quero conhecer, porém, esse alguém existe e uma hora ou outra vou me deparar com ela.
Esse alguém habita em milhares de corpos, em milhares de vidas, é apenas mais um lobo entre cordeiros.


Helen Ariane.

11 comentários:

Cíntia de Melo disse...

gata,voce arrasa em tudo neh.
timas palavras,lindo texto.
realidade pura.
amei seu layout,um dia eu aprendo haha.

que agonia essa foto mano huhu

beijo
e feliz 2010

Alessandra Almeida disse...

Que história mais bem contada, mostra a vida de muitas por ai, pessoas que tem a alma perdida pelo que são. Adorei o texto.
Beijão!

Yasmine disse...

que saudade que eu tava disso..

Mariane Oliveira disse...

Lindo texto querida! Parabéns, talento deveria ser seu sobrenome. Rs... Sigo-te! Abço

bru. disse...

meu, você detona em todos os textos :)

Lah disse...

Esse alguém habita em milhares de corpos, em milhares de vidas, é apenas mais um lobo entre cordeiros.


nooosssaa

eu fico sem palavras para comentar esses textos, enfim.

muito bem elaborado e escrito...

parabens

Cinthia Paiva disse...

uow

escreve muito. Desculpa!

;*

Luísa choonps disse...

parabens ! maravilhoso texto *-*

*Lua* disse...

Gostei do texto. Lamento que existam pessoas assim, mas até a maneira como você descreveu fez parecer mais 'horosa'.
Parabésn!
Bjs!

Natália das Luzes disse...

As vezes ela é um pedaço de você. Mas não se ofenda, todo mundo tem pequenas "elas" do lado de dentro :)

Patrik disse...

=S vo para de lêh seu blog ta me desanimando com o meu....
ahhahahahha..

brinks...parabens ta muito top !!! quando crescer qero ser igual a vc...