sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Indagações

Não gosto muito de blog em estilo: “ Meu querido diário”, mas confesso que tudo ou a maioria das coisas que escrevo são meras confissões. Confesso confissões em metáforas, mas hoje, vou levar ao pé da letra, tentar talvez.
Recebi um e-mail e fiquei ofegante, com perguntas de descabelar... Eu realmente não queria responder, mas... Devo. Afoguei-me em pensamentos... “Afogar” mesmo que seja de felicidade, amor, sexo, é meio assustador não é? Afogar me dá desesperos, e desesperos me lembra o e-mail...
Ah o e-mail...
Responder perguntas pessoais é constrangedor, quando alguém tem dúvidas de suas perguntas pessoais e pergunta de novo, garanto que qualquer um vai querer brincar de esconde-esconde.
Rio de Janeiro ou Americana? Namorando ou Solteira? Seminário aqui ou acolá? Ir ou vir? O que Deus quer de mim?
Não foram as perguntas do e-mail, essas são apenas as questões que me acompanham diariamente...

PERGUNTAS. Minha vida em interrogação;
Como diz Quintana:
A resposta certa, não importa nada: o essencial é que as perguntas estejam certas.


Quer saber? Vou parar de perguntar e viver.
Prontofalei.


Hélen Ariane em desabafo =D

3 comentários:

bru. disse...

seus posts são tão perfeitos *-* adoro vir aqui e ficar lendo o que tu escreve :)

amo você, gatjenha!

.Tatiane Alencar. disse...

.Que ótimas linhas!.

ariane. disse...

Estou aqui pela primeira vez, e sinto como se já tivesse vindo! Adorei suas postagens. Não é como um diário, pois você não fica presa a escrever só o que aconteceu, mas também o que acontecerá, o que aconteceria, o que acontece. Enfim, a todas as conjugações do verbo.
Beijo!