segunda-feira, 13 de julho de 2009

Jornal

Não vou mais esperar o jornal, vou ler um livro. De preferência um que não me faça chorar, um livro que traga esperança, um livro que me faça rir, que mostre um amor, daqueles que só mesmo em livro existe, e é raro.
Hoje não vou ler nem mesmo as manchetes... Não. Vou sentar e escrever, escrever sobre a criação, sobre os mares, sobre os seres ou conto de fadas.
Hoje eu não vou ler o jornal. Vou ouvir música, ligar o rádio fechar meus olhos e viajar em meus pensamentos, sonhos, amores...

Eu até gostava de jornal. Aliás, já quis escrever matérias para alguns... Crônicas para outros... Enfim, ter meu nome no jornal. NADA da página policial.
No entanto, tenho medo do jornal, mas tenho mais medo de pensar que o “coitado” é o reflexo do mundo em que vivemos.
Tenho medo do Reflexo do mundo em que vivemos
Tenho medo do mundo em que vivemos.
Tenho medo.

Hélen Ariane.
Talvez eu poste a parte II do "Jornal" (ou não)
saudades *-* ♥

4 comentários:

Yasmine disse...

aai que prosa gostosa com café!
senti falta desse café sem açucar, ao natural (:
amo você cafeteira!
beijo *:

Deize...na minha constante imperfeição disse...

Esse mundo nos transmite realmente medo, como vc mesma disse 'não vejo a hora de encontrar com o papai do céu'!

Adoro sua escrita é tão sincera!

Cinthia Paiva disse...

Tbm tenho medo!
Você estava vendo gente feia :O ainda bem que eu estava vendo carros feios!:x huahuah ;P (medo)

Curto suas palavras dos dreds!
;*

lua primavera disse...

Apesar do reflexo do mundo que o jornal nos mostra, eu gosto de lê-lo.
*: