terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Ao amigo de infância

Venho escrever-te, pois senti saudades! Quanto tempo que não temos contato não é?!
A tevê às vezes me impede de tomar coragem em escrever-te. A internet ocupa meu tempo. Isso quando não estou me dedicando as paixões, aos meus amores.
Esta noite sonhei com você. O sonho foi uma grande nostalgia do que fomos.
Estava eu e você brincando e ainda éramos crianças. Nossas mães estavam sentadas em um banquinho, embaixo daquela árvore grande que tinha perto de casa, lembra?
Estava escurecendo. Não consigo conter o sorriso quando lembro da minha mãe e a sua, chamando-nos para tomarmos banho porque já estava tarde, então, fazíamos nossas promessas de nos ver no dia seguinte e entrávamos resmungando para casa. Agora vejo graça, mas não foi engraçado ter de cortar a brincadeira para tomar banho.
Nossa infância inteira foi assim, brincávamos até nosso ultimo minuto de sol e quando escurecia nossas promessas de nos ver no outro dia era certa.
Crescemos não é? Houve um dia que nossas promessas foram quebradas e não saímos mais para brincar. Deixamos as brincadeiras de crianças para nos entregar às banalidades adultas. Trocamos a leveza por dor de cabeça. Porém, esta noite, de olhos fechados o sonho abriu meus olhos. É estranho o ser humano. Assim sou estranha também. Estou com saudades. Confesso que não estava, mas o fato de lembrar o quanto você foi importante em minha vida fez meu coração pulsar mais forte. As brincadeiras, as risadas, os segredos trocados, as juras, os banhos de chuva, as voltas de bicicleta e até as nossas intrigas. Sinto falta, sinto sua falta.
Quando ler, me responda. Manifeste-se. Em carta, e-mails ou telefonema. Preciso saber como vai você, preciso saber se sente a mesma coisa que agora sinto. Preciso saber que caminho iremos trilhar. Preciso saber se a partir de agora, seremos crianças novamente e nos entregaremos as nossas saudades. Enormes saudades.

Um grande beijo, Helen Ariane.

-----

2 comentários:

Caroline Corazza ;* disse...

aiiin eu tbm sinto muita falta de algumas amigas de infanciia. ô epoca boa não! :D
mais um dia a gente tem que crescer õ/ e ca estamos nos fazendo novas amizades e descubrindo novos caminhos :}
amotuHelen ;*
ja to com saudade :/

Hélen Ariane disse...

Novos caminhos dão medo!! o.O